quinta-feira, 18 de junho de 2009

Jornalismo: ter ou não o diploma?


Estava de bobeira no Twitter, quando um amigo virtual que cursa Comunicação Social mandou uma reportagem com a seguinte manchete: “Diploma de jornalismo não será mais obrigatório”. Bom, não fazia nenhum sentido, então resolvi ler. Descobri que hoje pela manhã o Supremo Tribunal Federal revogou uma lei que vinha desde ditadura militar, essa dizia que todo jornalista que exerça sua função tem obrigação de ter o ensino superior. A decisão não acabou com o curso superior de jornalismo, apena com a exigência do diploma, cabe agora a empresa de comunicação exigir ou não a formação.

O argumento do ministro-relator para tal é que fere uma garantia da Constituição de 1988, que garante liberdade de expressão, sendo assim não beneficiando apenas os que possuem o diploma de jornalismo.

Depois que li essa reportagem procurei opiniões sobre o assunto, encontrei diversas, pessoas contra dizendo que para ser jornalista precisa sim de estudar técnicas para fazer uma boa reportagem escrita ou televisionada ou são favor, pois hoje qualquer um que tenha o “dom” da redação, conheça bem a língua portuguesa e também saiba bastante sobre o assunto a ser tratado pode escrever para um jornal de grande porte de circulação nacional ou regional.

Continuo achando que essa decisão não tem muito sentido, já que estamos conectados ao mundo pela internet, em que existem sites, blogs, twitter, Orkut então a liberdade de expressão já existe há muito tempo. Na internet, todos nos falamos o que queremos e quando queremos. Muitos blogs como esse tratam de diversos assuntos, sendo livre de censura e repressão. Acho que quem não precisa de diploma são comentaristas, eles só precisam saber muito sobre o assunto e ter uma boa redação, mas são somente os comentaristas!

Bom, como toda decisão polêmica é preciso esperar resultados em longo prazo, então agora é esperar a repercussão dessa lei que acaba de ser revogada. Acho que a partir de agora ficará mais fácil entrar para faculdades publicas que tenha o curso de Comunicação Social, claro se os futuros jornalistas não quiserem se diferenciar entre milhares que iram aparecer!


Caros amigos blogueiros,

muito obrigada pelos comentários e pela visita!

Espero que tenha gostado da postagem de hoje, se não for muito incomodo comentem =D.

Ate à próxima.

Abraços a todos.

11 comentários:

_Gio_ disse...

Revoltado não, apenas tocando em um assunto que sempre dá discussão. Se eu tivesse revoltado, não ria respondendo os posts, certo :)?

Não generalizei, apenas respondi o que me argumentaram. Generalizar é dizer "homem não presta", "mulher não sabe dirigir", e coisas do gênero. Eu ouvi coisas como "homem não ajuda mulher na gravidez"... Concordar com isso é generalizar.


E é o que tu salientou do que eu falei: não quero mostrar quem sofre mais que quem, quero é justamente parar com esse jogo de vítima. Homens e mulheres tem cada um seus espinhos no caminho, quando vão aprender que não existe melhor ou pior?

Magui disse...

Eu também penso assim.

Lady Vanilla disse...

Acho muito delicada essa questão da obrigatoriedade do diploma para os cursos de jornalismo. Na minha opinião, deveria ser obrigatório SIM, afinal de contas, é uma profissão como todas as outras, que se não for exercida com rigor e com caráter, causa grandes desastres. Toda e qualquer profissão precisa de um estudo aprofundado e direcionado para enaltecer as capacidades intelectivas de cada um. Se com tantos médicos por ai, esses que compram diploma já fazem essas melecas... imagine se isso fosse legal. Essa é a minha opinião; não é tirando o diploma que eles vão perdoar pelos erros da ditadura... assim como os indíos não nos perdoaram pelos abusos exploratórios e os negros pelo tráfico negreiro. São coisas que precisam ser revistas e não decididas de um modo leviano e simplista. Bjão pra ti, Paty... esse é o meu ponto de vista, mas respeito o de todos...sempre.

Joana disse...

Acho injusto tiratem desvalorizarem o curso de jornalismo!
Jornalismo bom, é jornalismo inteligente, para isso deve-se ter estudo!
=D

Adorei o espaço!
Obrigada pela visita e eu tb passarei mais vezes por aqui. =]j

Nunes, Fer! disse...

Eu acho que vai continuar sendo bom fazer a faculdade e ter o diploma pra enriquecer o curriculum , tipo, eu faço administração e obviamente para ser administrador nao precisa ter diploma, mas ajuda a conseguir um emprego ser formado....

=].... bjo té mais =]

Ryan disse...

Não passa de uma retaliação por parte do poder legislativo tendo em vista que aqui em nosso país são alvos dos Jornalistas [e por belos motivos]. É lógico que há necessidade de se ter o ensino superior para "produzir" informações de nível. Se hoje já temos uma imprensa sensacionalista, imaginem depois dessa medida? A sorte é que essa medida é inconstitucional e tenho certeza que irão chover ações de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (conhecidas como ADIM). Ai eu quero ver a porca torcer o rabo assim como a grande briga que irá se instaurar entre o Judiciário e o Legislativo! Quem será que tem mais poder?


O povo!


Não o povo pacífico, mas o povo que luta pelos seus direitos!

Philipe Macedo disse...

Isso é um fiasco a nossa classe já que os desvaloriza muito. Compararam o serviço ao de costura ou cozinha...
Mas na prática não creio que isso mudará muito as coisas já que as grandes empresas de comunicação não irão dispensar a formação teórica e gabaritada de um profissional que passou pela universidade. Ontem mesmo a globo fez um pronunciamento criticando a decisão e dizendo que nada vai mudar nas Organizações globo quanto a isso.

Marina Melow - Papo Contemporâneo disse...

Olá Patricia, li sobre isso em um outro blog. Fiquei um pouco triste.
Mas como é o meu sonho, eu não vou desistir fácil!
Sempre aparece alguma dificuldade...¬¬


vou te acompanhar agora.


beijos:*

Takeshi-kun disse...

Eu acho que não deveria ser obrigatório, pois há pessoas sem diploma que são melhores escrevendo e com o português do que algumas que tem diploma.

Apartir daí vai de cada empresa escolher os quesitos de seleção de seus profissionais.

Obrigado pela visita lá no blog ;)

Adorei seu blog, demais mesmo.

Abraços o/

bihh_182 disse...

Essa história de não precisar mais de diploma realmente virou uma confusão total. Conheço muita gente que pensa em abandonar a carreira depois de uma notícia dessas. As pessoas acabam confundindo, achando que a nao obrigatoriedade do diploma quer dizer que Jornalismo não existe mais.
É uma pena isso. A faculdade não só mostra todas as habilidades que o jornalista precisa ter, como também aumenta o campo de visão dos estudantes. E é lógico que as empresas ainda exigirão o diploma.


Beijos
www.modelandoparadigmas.zip.net

E.Suruba disse...

eu acho que tem de ter diploma!